segunda-feira, setembro 08, 2008

Para Português ver...

Meus amigos, aqui está a prova de como foi difícil ser-se Gil depois da Expo 98.





Também eu tive uma quebra de popularidade...durante o certame (o que eu gosto desta palavra), eu era o puto do 3º Traseiras da Rua Conde Alto Mearim, Matosinhos, a quem todas as pessoas que entravam no elevador, no meio de toda aquela conversa de conveniência, diziam:

"Olha que ele tem um peidinho na cabeça como o Gil da Expo!!"

"Ai o seu filho chama-se Gil? Oh Gil, diz lá, onde está a tua Dora?"

"Ai que ele é mesmo parecido com o Gil da Expo! Só lhe falta ser azul!"

E era isto...eu era o "maior" daquele prédio!
Mas depois da Expo 98 acabar...a indiferença. Voltou o silêncio a imperar nos elevadores...e foi assim que eu deixei de ser o cerne (mais outra palavra que eu adoro) do conteúdo dos bitaites de elevador.

Duro...não?