terça-feira, abril 22, 2008

Delicious...

No meio de uma época de intenso trabalho com "os fusíveis a dar o berro", não há nada melhor que consolar uma das poucas coisas que ainda pode ser consolada: o apetite.
Hoje (ontem) de manhã, half-awake half-asleep, a minha mãe veio até ao meu quarto, aproximou-se da cama:
"Gil?"
"Hmmmm..."
"Hoje tens muito pouca coisa para cozinhares."
"Hmmmm..."
"Que queres que deixe a descongelar?"
"Hmmmm..."
"E se fizeres uma sande com pão de água, queijo-fresco, alface e cenoura? É muito bom."
"Hmmmm..."
"Pronto, tem um bom dia!"

Pode parecer que a minha mãe estaria num monólogo matinal com um "camafeu" sonolento como espectador...e estava mesmo. Mas aquela sugestão ficou mesmo gravada no "caco".
Chegada a hora de almoço:
"Ora bem...pão de água...queijo fresco...alface...cenoura raspada...está pronto...
(Crunch...)
Hmmmm...mesmo assim falta aqui qualquer coisa...e um pouco de pimenta com o queijo? Ora aqui vai disto...
(Crunch...)
HMMMMMM..."

Fica a sujestão...delicious!

quinta-feira, abril 10, 2008

Parabéns a mim!

E o melhor de tudo...foram os abraços!

Sim, aquela coisa que as pessoas fazem quando abrem os braços e te envolvem: para que fiques mais perto do coração delas, para poderes sentir o calor que te querem dar!

Sim, esse calor que sabe sempre tão bem mesmo que estejam 40ºC à sombra!

E foram tantos!

A todos, muito obrigado!