quarta-feira, junho 27, 2007

Before Sunset...

"I think that book that I wrote was like building something...so that I wouldn't forget the details of the time that we spent together. You know, like, just as reminder, that once we really did meet, that this was real, this happened..."


"I'm happy you're saying that because, I mean, I always feel like a freak because I'm never able to move on like this: people just have an affair or even entire relationships...they break up and they forget. They move on like they would have changed brand of cereals. I feel I was never able to forget anyone I've been with because each person had their own specific qualities. You can never replace anyone...What is lost is lost. Each relationship when it ends, really damages me. I never fully recover...that's why I'm very careful with getting involved....because it hurts too much. Even getting laid...I actually don't do that because I will miss of the person the most mundane things. Like I'm obsessed with little things.
Maybe I'm crazy...but when I was a little girl my mom told me that I was always late to school. One day she follwed me to see why. I was looking at chestnuts falling from the trees, rolling on the sidewalk or ants crossing the road, the way a leaf casts a shadow on a tree trunk...Little things...little things.
I think it's the same with people...I see in them little details, so specific to each of them that move me and that I miss and will always miss. you can never replace anyone because everyone is made of such beautiful, specific details. Like I remember the way your beard has a bit of red in it and how the sun was making it glow that morning before you left...I remember that and I missed that..."








"Even tomorrow, in other arms...My heart will stay yours until I die...

Let me sing you a waltz...about this lovely one night stand"

domingo, junho 24, 2007

An End Has a Start


"I'm so glad I found this..."

sexta-feira, junho 22, 2007

Stickes...Stiques...

Há pouco, sentei-me em frente à televisão a lanchar e vi um pouco do jogo de hóquei em patins Portugal vs Brasil. Finalmente percebi a beleza de "ouvir" um jogo de hóquei:

Eis algumas das belas frases de um relato de hóquei:

"Vai stickar (nem sei como se escreve) Tó Silva, vai stickar Tó Silva...stickou ao lado!!!!"

"O jogador puxou do seu stick atrás e desferiu uma potente stickada que o guarda redes parou com a mão!!" (como??)

"Valter Neves com o stick bem preso na mão conseguiu resistir à dura stickada com que o jogador brasileiro lhe atingiu o braço."

"É assim que Portugal tem de jogar...abrir o corredor central para as potentes stickadas de Reinaldo Ventura!!"

A modos que é isto...

domingo, junho 17, 2007

Mundo ao Contrário



Acabei de ver uma reportagem sobre o Serviço de Pediatria do IPO de Lisboa.



...



Era suposto eu conseguir dizer alguma coisa, não?







Para quê dizer alguma coisa se, mesmo assim, estes sorrisos ainda existem?

sexta-feira, junho 15, 2007

Simples...

Curiosamente, o meu filme preferido tem uma banda sonora...genial...




E numa tarde difícil como a de hoje...dificilmente há melhor companhia...

quarta-feira, junho 13, 2007

Sande vs Sandes

Quem é que nunca teve uma daquelas discussões cujo tema é: "como nos devemos referir àquele género alimentício que são duas fatias de pão com cenas entre essas mesmas duas fatias de pão, cujo conjunto forma uma unidade à qual chamamos: sande ou sandes?"
Em todas as discussões sobre este assunto com que me debati ao longo da minha vida acabei sempre por desistir a meio, não por achar que não tinha razão mas sim pelo teor da conversa, cheia de metafísica, linguística e...sei lá...argumentos:
Eu: "Na na, é sande!!!"
Outros: "Na na, é sandes!!"
Eu:" Desculpa, mas é sande!"
Outros:"Catano, então não te estamos a dizer que é sandes??!!"
Eu: "Fiquem lá com a bicicleta."
Outros: "Toma...nós bem te dissemos que é sandes!"
Mas hoje, tudo isto mudou!! Finalmente tenho um argumento válido que me levará à vitória em próximos confrontos. Há uns dias que já não ia a este cantinho hilariante e sempre repleto de boas recomendações, www.havidaemmarkl.blogs.sapo.pt , e descobri um vídeo do "Sr. Marques", aquando desse glorioso dia para a imprensa nacional, como "chefe por um dia" do jornal "O Metro". E como este senhor tem um coração nobre ofereceu ao seu Staff arroz de pato ao almoço. "Mas onde é que está o argumento da sande?" Preparem-se, ele aí vem: "Eu sei que vocês passam fome aqui, eu sei que é todos os dias uma sande e um sumo, não mais que isso. E como sou director, decidi fazer-vos uma surpresa para ser amado por vocês. Portanto hoje o que vai acontecer aqui é que...meus amigos...há arroz de pato!!" Nuno Markl. Eu retratei todo o momento porque queria que vocês contactassem com a bondade deste senhor, mas por favor, atentem nas letras a vermelho.
Da próxima vez, a discussão será a seguinte:
Eu: "Na na, é sande!"
Outros: "Na na, é sandes!!"
Eu: "Desculpa, mas o Markl diz sande...toma! (ar maléfico como quem achincalha)"
Outros: "Ah...então ganhaste. (assim com um ar de fúria e resignação)"