quarta-feira, dezembro 06, 2006

Num dia de chuva à procura de um pouco de sol...

Que dia longo...acabei de chegar a casa...
Sabem aqueles momentos em que nos entra uma música na cabeça e lá permanece horas e horas? Por vezes é a música mais irritante que possamos conhecer, outras vezes a primeira música que ouvimos pela manhã...entre outras hipóteses.
Hoje de manhã, a caminho da faculdade, reparei que o "director" do jornal "O Metro" era o David Fonseca...o tempo estava chuvoso e eu à espera que aquela chuva desse tréguas, pelo menos 10min, só o tempo de chegar ao ICBAS. Talvez por o ter visto no jornal e com toda aquela chuva, comecei com um desses momentos musicais...sucede-se que essa música acompanhou-me para o resto do dia, não que tivesse a ver com o estado do tempo...até podia ter, mas não. E da mesma forma que se procura sempre um pouco de sol num dia de chuva para podermos dar uma escapadela, acredito que todos nós balanceamos um pouco entre a "chuva" e o "Sol" e procuramos incessantemente resolver essa ambivalência...
Foi bom ter esta música no ouvido.

My Sunshine And My Rain

Your fingers taste like magnets
They suck on my tongue
Begging for forgiveness

And you rise up your defenses
By hunting down my flaws
Searching where it weakens

And you're crazy when you think
That I will let you in
My sunshine and my rain
The thoughts I hide away
From all the world to see

You threaten me with curses
Throw black cats to my face
But I'm not supersticious

Like you could know someone
By knowing what they've done
But no one is that simple

And you're crazy when you think
That I will let you in
My sunshine and my rain
The thoughts I hide away
From all the world to see

And you're fool enough to hope
That you could ever really know
My sunshine and my rain
The thoughts I hide
From all the world to see
No you just can't take that from me

No you just can't take that from me

David Fonseca

Eu sei que isto não tem interesse nenhum para vocês...mas acabei de chegar a casa e foi uma forma de "desrotinar" um pouco, partilhar com vocês algo do meu dia.