domingo, outubro 08, 2006

Façam de conta que estamos a 5 de Outubro...

Se realmente estivessemos no dia 5 de Outubro seria o aniversário da minha mãe. Porém, o 5 de Outubro deste ano reveste-se de um significado especial uma vez que a minha mãe fez 50 anos (eu sei que é apenas mais um que 49 e menos um que 51, mas é sempre uma ocasião diferente).
As flores, apesar de toda a sua beleza e singularidade, acabam sempre por murchar, mas é curioso como com 50 anos a minha mãe continua a mesma flor de sempre...sempre bonita, sempre com a mesma candura e doçura.
Costuma-se dizer que são os pequenos episódios escritos nas páginas desse grande livro que é a nossa vida que melhor relatam aquilo que somos...eis uma das páginas da minha mãe: Uma ocasião, quando era novinha e andava na primária, houve um episódio caricato na escola dela. Alguém tinha roubado o lanche de uma menina, não se sabia quem. A professora fez um longo interrogatório mas ninguém se descoseu, até que decidiu ameaçar os miúdos, dizendo que chamaria a Polícia. Como vocês sabem, a Polícia naquele tempo primava pela opressão e repressão, e a minha mãe perante terrível ameaça, na sua ingenuidade, inocência e com o peso de quem já tinha um coração do tamanho do mundo, disse, ausente de qualquer culpa, "Fui eu senhora professora!" E eu acho, que ainda hoje, ela continua a ser assim...Parabéns Mãe!