sábado, janeiro 07, 2006

É preciso ter sorte...até na cultura em que nascemos...

Estava a estudar para o exame da cadeira de Sociologia Médica, acerca de um tema que abordava a diferença entre sexo e género, quando na bibliografia fornecida pelo professor surge um exemplo, no mínimo bizarro, que passo a citar:
"Among the Etoro people of New Guinea, for example, heterosexuality was prohibited for as many as 260 days a year, while homosexuality is not prohibited at any time and is believed to make crops flourish and boys become strong."
Pensei para mim..."Ainda bem que nasci em Portugal!"

3 comentários:

Diana disse...

Meduh:x
e eu tudo bem....
*

Filipe_des disse...

foda-se!

biba portugal! realmente num tava a ver a coisa por aqui não..

se eles acham que apanhar no cu era saudável e fazia os homens crescer.. então é porque eles viam a virilidade de um homem pelo tamanho do poio...
isto é no minimo bizarro!

um grande abraço!

Cátia disse...

TUGA